A Mão Esquerda da Escuridão | Clássicos da Ficção Científica #3

A mão esquerda da escuridão-capaQuando Ursula K. Le Guin, autora norte-americana nascida em 1929 ganhou o National Book Award para crianças, ficou claro o que o mundo da ficção científica já sabia: que Le Guin era (e continua sendo) uma das mais talentosas e prolíficas escritoras de sua geração. Dona de uma prosa eloquente, uma atenção excepcional para a profundidade psicológica de suas personagens e uma habilidade enorme de reconhecer e problematizar as forças capazes de moldar uma cultura, Le Guin tornou-se uma das mais prestigiadas e premiadas escritoras do século XX.

Seu livro A Mão Esquerda da Escuridão (The Left Hand of Darkness) foi lançado em 1969 e venceu o Prêmio Hugo e o Nebula, os mais importantes da ficção científica. O livro destaca-se – dentre outros fatores – pela sua premissa: Genly Ai é um enviado de uma ecúmena de mundos em um futuro muito distante que chega ao planeta gelado chamado Gethen (que na língua nativa significa “Inverno”) para convencer seus líderes a se unirem à coalizão humana composta por 83 mundos. Neste planeta seus habitantes não possuem sexo, sendo perfeitos andrógenos que podem assumir o sexo feminino ou masculino em um determinado momento.

Com personagens profundos e uma narrativa cadenciada, A Mão Esquerda da Escuridão é um livro magnífico e inesquecível, no qual Le Guin se serviu de mitologia e antropologia para descrever um mundo e sociedade tão ricos em detalhes que a obra só pode ser equiparada ao Senhor dos Anéis de J.R.R. TolkienDuna de Frank Herbert em imaginação. Mas isso não seria o bastante se a história não fosse narrada pelos olhos humanos de Genly Ai, que nos proporcionam a visão de uma estranha e complexa sociedade, fazendo-nos questionar nossa própria condição humana.

Roberto Fideli

Jornalista e mestrando da Faculdade Cásper Líbero. Fanático por cinema, desenhos japoneses, fantasia e ficção científica. Seu sonho é ser piloto de naves espaciais, mas não tem coordenação motora para isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.