Angry Birds: melhor como jogo do que como filme

0

Várias mídias tem sido convertidas para o cinema nos últimos anos, como franquias de games, livros e
até brinquedos. Neste último gênero, o mais bem sucedido talvez tenha sido o Uma Aventura Lego, lançado em 2014. Mas quando se trata de filmes que surgiram de vídeo games, Angry Birds está longe de poder ser considerado um filme de sucesso e o motivo disso talvez seja a falta de narrativa dentro do próprio jogo original.

O jogo de celular, lançado em sua primeira versão angrybirds01em 2009, atingiu marcas estrondosas de vendas como aplicativo de smartphones e tablets, lançando até mesmo edições especiais como Star Wars, uma versão no espaço sideral e até mesmo uma versão carioca. A premissa do jogo é bem simples: pássaros coloridos no formato de bolinhas e com poderes especiais se lançam de um estilingue gigante para atacar a fortaleza dos porcos que roubaram seus ovos; não há nenhuma explicação de como ou porquê tudo começou, mas a dinâmica é bem viciante.

É essa explicação que o filme procura dar, criando uma contextualização para a situação dos pássaros. O lado positivo é que os produtores do filme tiveram bastante liberdade criativa para explorar o passado dos pássaros, e o fizeram com muito humor. No lado negativo, há pouca coisa de mérito em Angry Birds, além da comédia, principalmente em uma época em que o mercado de animações tem visto surgirem filmes de grande profundidade, como Zootopia, Divertidamente e Operação Big Hero.

angrybirds02O filme começa em uma ilha tropical onde vivem vários tipos de pássaros extremamente alegres e satisfeitos com suas vidas, em uma sociedade quase utópica: todos se respeitam, se ajudam e cuidam dos ovos, que são como bebês neste mundo fictício. Uma das poucas exceções a esta regra é Red, o protagonista do filme, um pássaro que sofre de complicadas crises de raiva que, durante o longa, fazem com que ele brigue com um espantalho, destrua a festa de aniversário de um pássaro criança e seja mandado para uma espécie de centro de reabilitação para aprender a se livrar da sua raiva.

No centro de reabilitação, Red conhece um pássaro amarelo chamado Chuck, que é super veloz e adora pregar peças nas pessoas, e Bomb, um grande pássaro preto que quando está sob muito estresse acaba se explodindo. No início Red e os outros dois pássaros não tem os melhores relacionamentos, mas o fato de serem todos excluídos do mundo mágico da ilha e da convivência com os outros pássaros faz com que se aproximem.

Quando a ilha dos pássaros parece ter se livrado de seus maiores encrenqueiros, ela recebe a visita de umangrybirds03 navio dirigido por porcos verdes, que usam inúmeros presentes para ganhar a confiança de seus anfitriões para então roubar seus ovos e cair fora. E é ai que Red e seu grupo vêem a chance de se redimir aos olhos de seus conterrâneos e iniciar uma revolução para resgatar os futuros “omeletes”.

O filme peca no passo de sua narrativa, principalmente neste início. Ficamos muito tempo sendo apresentados ao Red e seus companheiros excluídos e ainda mais tempo vendo os porcos enganando os pássaros sob os protestos inúteis do protagonista que insiste que há algo errado com os “visitantes”. Mesmo com o bom humor que percorre o filme, a ambientação e a história parecem um tanto quanto jogadas no longa metragem.

angrybirds04É apenas no ato final que o filme se recupera, com uma ótima sequência de ação que remete muito mais ao conhecido aplicativo. Nesta parte, os criadores souberam aproveitar os privilégios de uma animação e extrapolaram nos “super poderes” que os pássaros descobrem possuir, de forma gratificantemente positiva, com os pássaros arremessando-se para destruir a grande fortaleza dos porcos e recuperarem seus ovos.

Resumindo, Angry Birds é um bom filme, é engraçado em partes e tem um final com um bom ritmo, mas acaba ai. O fato dele ter sido baseado em um jogo não faz dele um filme ruim, mas seu roteiro insosso o torna um filme perdido em uma avalanche de produções muito mais concisas, ritmadas e relevantes dentro do universo das animações.

Comments

comments

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here