Duna | Clássicos da Ficção Científica #13

Duna (Dune, 1965) é um romance épico de ficção científica escrito por Frank Herbert e vencedor dos prêmios Hugo  e Nébula. Paradigmático dentro do gênero da FC, Duna foi responsável por tornar esse gênero um best-seller e, até hoje, é o romance de ficção científica mais vendido de todos os tempos.

Duna se passam em um futuro distante com um império interestelar feudal onde as casas de nobres que controlam os planetas juram sua lealdade a um imperador. O Duque Leto Atreides recebe a honraria de controlar o planeta Arrakis, um mundo totalmente desértico, também conhecido como Duna, lar de uma especiaria chamada mélange, uma substância extremamente valiosa e que só pode ser encontrada nele. No entanto, o privilégio concedido pelo imperador se mostra uma armadilha e Duna passa a ser palco de um dos maiores golpes da história.

Não há escapatória. Pagamos pela violência de nossos ancestrais.

O livro acompanha o filho do Duque Leto, Paul Atreides e sua mãe, Jéssica. Sobreviventes do golpe, eles vagam pelo deserto encontrando inimigos e aliados. Paul, portanto, dividido entre seus deveres como herdeiro de seu pai e as obrigações de uma irmandade antiga que vê nele a possível realização de uma profecia. Ele se torna uma espécie de líder religioso de um povo tribal, aprende a domar os gigantescos vermes da areia – criaturas colossais com quilômetros de extensão e que têm uma relação simbiótica com a especiaria – enquanto jura vingança pela morte de seu pai.

Frank Herbert, escritor e jornalista nascido em 1920, criou um romance de complexidade singular comparável somente ao Senhor dos Anéis de J.R.R. Tolkien e a Trilogia Fundação de Isaac Asimov. Herbert construiu toda uma cultura dentro do árido planeta de Arrakis, cuja água é tão rara, que se tornou um artigo de luxo. Seus personagens são tão vivos e profundos quanto a ecologia do próprio mundo.

Duna teve cinco sequências. Os Messias de Duna, de 1969, Os Filhos de Duna, de 1976, O Imperador Deus de Duna de 1981, Os Hereges de Duna de 1984, e As Herdeiras de Duna de 1985.

Participe do sorteio! Você precisa ser inscrito no canal do Who’s Geek e preencher esse formulário até o dia 29/02/2016.

Duna (Dune, 1965). Escrito por Frank Herbert. Tradução de Maria do Carmo Zanini. Editora Aleph, São Paulo,  544 páginas. 2010. 

Roberto Fideli

Jornalista e mestrando da Faculdade Cásper Líbero. Fanático por cinema, desenhos japoneses, fantasia e ficção científica. Seu sonho é ser piloto de naves espaciais, mas não tem coordenação motora para isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *