Matadouro 5 | Clássicos da Ficção Científica #16

matadouro5

Matadouro 5 (Slaughterhouse Five) é o romance mais famoso do aclamado escritor norte-americano Kurt Vonnegut. Baseado nas experiências vividas pelo autor durante a Segunda Guerra Mundial, o livro conta a história de Billy Pilgrim que, depois de sobreviver ao bombardeio de Dresden, que matou 130 mil pessoas em 1945, torna-se deslocado do tempo, é abduzido por alienígenas do planeta Trafalmador e exibido em um zoológico onde ele acasala e se apaixona por uma atriz pornô.

Contado de forma não linear e repleto de humor ácido, Matadouro 5 é prato cheio para os fãs do gênero satírico e pode ser interpretado de várias maneiras. O livro pode ser considerado uma obra de ficção científica nos moldes de O Guia do Mochileiro das Galáxias (só que mais cruel), envolvendo alienígenas em forma de desentupidores de pia e viagens no tempo, ou como as tentativas de seu protagonista de superar seu stress pós traumático: terríveis lembranças da guerra e do massacre sem sentido de Dresden que retornam para atormentá-lo, sem que ele consiga controlá-las.

Kurt Vonnegut fez parte de um movimento literário considerado pós-modernista, e alguns de seus traços mais marcantes são encontrados neste romance, como, por exemplo: a não-linearidade narrativa, o uso de verdades subjetivas, personagens que não se encaixam em padrões específicos da sociedade e que não encontram resoluções satisfatórias para os questionamentos de suas vidas. O uso recorrente do humor e do verbete “coisas da vida”, que aparece 106 vezes no decorrer do livro toda vez que alguma coisa terrível acontece, também são características marcantes da obra.

Além de todos os seus recursos literários, Matadouro 5 é um clássico inusitado. Publicado em 1969, durante a Guerra do Vietnã, o livro é melancólico, cruel e profundamente engraçado, é um dos romances que mais marcaram o movimento anti-guerra no século XX.

banner-amazon

Roberto Fideli

Jornalista e mestrando da Faculdade Cásper Líbero. Fanático por cinema, desenhos japoneses, fantasia e ficção científica. Seu sonho é ser piloto de naves espaciais, mas não tem coordenação motora para isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *