Doctor Who: 50 anos de Wibbly Wobbly

A série Doctor Who conta a história do Doctor, um alienígena viajante do tempo. Ele é um Time Lord (Senhor do Tempo) e passeia por todo o universo na TARDIS (Time and Relative Dimension in Space), sua nave em formato de cabine policial dos anos 1960. Em centenas de episódios exibidos, mais de cinquenta companions (pessoas que viajam com ele) passaram pela série e vários atores interpretaram o papel do Doctor.É difícil detalhar em números, pois eles são imprecisos, ainda mais depois do episódio especial de 50 anos, que trouxe um novo Doctor para a contagem e colocou em xeque algumas das certezas dos fãs.

Doctor_who_the_day_of_the_doctor_2

No dia 23 de novembro de 2013, o seriado britânico produzido pela BBC comemorou 50 anos desde sua primeira exibição. Para comemorar essa data, foi feito um episódio especial chamado de The Day of the Doctor. Nele, o protagonista precisa enfrentar a terrível decisão, que tomou em algum lugar do seu passado, de destruir seu planeta natal Gallifrey para terminar a Grande Guerra do Tempo contra dos Daleks, os maiores inimigos dos Time Lords.

Doctor_who_the_day_of_the_doctor_4

Para exibir esse episódio especial, a BBC fez uma parceria com a rede Cinemark de cinemas. Além de passar na TV e abrir o sinal da BBC HD no Brasil todo, foram 66 sessões, no sábado e domingo, em diversas cidades brasileiras. Ao todo, 94 países exibiram o especial no cinema, em seis continentes, fazendo com que Doctor Who entrasse novamente para o Guiness Book, o livro dos recordes, como a maior transmissão simultânea de um seriado, da história. A série também detém os recordes de série de ficção científica mais longa da história e maior série em torno de um mesmo personagem. Isso se deve à capacidade de regeneração do Doctor, uma maneira encontrada pelos diretores e roteiristas originais para que o ator principal fosse substituído sem o término do seriado.

Doctor_who_the_day_of_the_doctor_6

Doctor Who é dividido em duas metades: A primeira vai de 1963 até 1989, junto do filme da década de 1990 e é considerada a Série Clássica. De 2005 até hoje, as sete temporadas exibidas formam a Série Atual. No meio disso tudo, aconteceu a última Grande Guerra do Tempo, onde os Time Lords lutaram contra os vilões, Daleks. Até agora, ela somente fora mencionada pelos Doctors, como um acontecimento traumático. Para salvar o universo de queimar por completo, o Doctor foi obrigado a destruir seu planeta e os Daleks junto, se tornando o último da sua espécie. Isso o deixou amargurado, recluso e muito diferente dos Doctors da Série Clássica.

Doctor_who_the_day_of_the_doctor_5

O episódio foi escrito por Steven Moffat, o showrunner da série desde 2010. Nos últimos anos, ele conseguira deixar vários fãs bastante descontentes com sua direção. As brechas deixadas pelos episódios, vilões esquecidos e um Doctor agindo como criança foram algumas das razões que geraram esse sentimento. Mas ele se redimiu com o Especial. Trazendo de volta David Tennant, o Doctor anterior, e colocando John Hurt para interpretar uma regeneração anterior do Doctor, ao lado de Matt Smith, o ator atual, Moffat estabeleceu um equilíbrio surpreendente. Billie Piper, que interpretou Rose Tyler, a primeira companion no retorno da série em 2005, está no episódio como Bad Wolf (Lobo Mau), ou a interface do aparelho que o Doctor pretende usar para terminar a guerra. Clara Oswald, a companion atual, também está presente, como um lembrete para o Doctor de que ele pode ser um bom homem.

Doctor_who_the_day_of_the_doctor_8

Nesse Especial, finalmente descobrimos a causa da a angústia do Doctor e vivenciamos tudo junto a ele. Em um encontro que desafia as leis do tempo-espaço, três Doctors se encontram na Inglaterra Vitoriana para salvar a Inglaterra atual e também terminar a Guerra do Tempo. A interação entre eles é fluida, divertida e arranca várias risadas do público com pequenas tiradas. Moffat certamente conseguiu agradar os fãs com pequenas referências à série clássica, aparições que levaram muitos às lágrimas e surpresas incríveis. Foi um episódio que marcou os 50 anos de várias formas: como uma reinvenção da série, pois agora o Doctor tem um novo propósito, e como uma homenagem a todos os atores que passaram por esse papel.

Doctor_who_the_day_of_the_doctor_7

Misturando várias épocas diferentes, o episódio traz de volta um dos Doctors da série atual mais querido, interpretado por David Tennant, com seus All-Stars coloridos e seus ternos apertados, e a neta do Brigadeiro, um famoso personagem da Série Clássica. A UNIT, uma organização da Terra para estudos alienígenas, também dá as caras. John Hurt consegue se firmar como Doctor, sendo que anteriormente só aparecera no último episódio da sétima temporada The Name of The Doctor, e no pequeno especial para web, The Night of The Doctor.

Para compensar a falta dos atores que estão vivos, mas que não aparecem diretamente no especial, a BBC lançou um outro especial com todos eles. Durante pouco mais de meia hora, os fãs podem acompanhar seus atores queridos ligando para os produtores da série, se reunindo para discutir planos e fazendo de tudo para conseguir seu lugar no especial. Foi uma maneira de homenageá-los sem colocá-los diretamente no episódio, visto que eles estão bem mais velhos do que quando interpretaram seus papéis. Você pode ver o especial The Five(ish) Doctors Reboot, clicando aqui.

Doctor_who_the_day_of_the_doctor_9

Quem viu nos cinemas, ainda teve um pequeno “mimo”, com apresentações dos Doctors interpretados por Matt Smith e David Tennant, além de regras sobre como se comportar no cinema, dadas pela batata, digo, Strax, e seu amor por pipocas. Agora resta aos fãs esperarem menos de um mês pelo próximo episódio, The Time of the Doctor, no qual Matt Smith deixa a série para Peter Capaldi, que só apareceu de relance no Especial de 50 anos, assumir o papel de Doctor. E, claro, esperar o Especial de 100 anos, que, segundo o próprio Doctor será em 12D e com todos os 57 Doctors!

Para quem ainda não viu o seriado: no Brasil, foi exibido dublado pela TV Cultura em 2012 e 2013, assim como o spin-off, The Sarah Jane Adventures, que conta a história de uma das companions mais famosas do Doctor. As sete temporadas atuais estão disponíveis no Netflix brasileiro, todas legendadas, mas a Série Clássica, no Brasil, só pode ser encontrada para download, normalmente legendadas por fãs.

Gabriela Colicigno

Jornalista, ruiva, nerd, geek e louca por chocolate. Passa a maior parte do tempo do dia no computador, vendo seriados no Netflix, lendo um livro, ouvindo música ou brincando com os gatos.

Um comentário em “Doctor Who: 50 anos de Wibbly Wobbly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *