E3 2015 – O Que Rolou

0

11652110_939992719398614_1618946678_n

O maior evento de jogos do mundo, o Electronic Entertainment Expo, também conhecido como E3, foi realizado esta semana entre os dias 14 e 18 no Los Angeles Convention Center, EUA. Retratar tudo o que aconteceu em um evento que recebeu cerca de 49 mil pessoas ano passado e mais de 200 exibidores não um trabalho complicado, então o Who’s Geek resolveu fazer um resumão com os maiores destaques do evento para quem não teve tempo de acompanhar o E3.

 

BETHESDA

Tão grande que nem os produtores conseguiram jogar tudo
Tão grande que nem os produtores conseguiram jogar tudo

O estúdio estadunidense chegou explodindo as expectativas, conquistando corações e jogando o nível do evento para o topo logo no começo. Um dos candidatos para o jogo favorito anunciado no evento este ano é o Fallout 4, que será lançado muito antes do que os fãs esperavam. Altamente customizável e com mundo aberto, o estúdio procura dar um grande salto a frente dos outros jogos da série. Além da jogabilidade, o game também conquistou o público com a presença de um fiel cão que acompanha o jogador e a possibilidade de se jogar com uma personagem feminina.

Dishonored 2 também veio na sequência de jogos mais esperados, mantendo o que parece ser um novo padrão da Bethesda de permitir que o jogador escolha uma personagem feminina. Arkane Studios, produtor do jogo e responsável também pelo Dishonored, promete um mundo influenciado pelas escolhas do jogador.

O novo Doom resgata o melhor da série: sangue e destruição
O novo Doom resgata o melhor na série: sangue e destruição

Buscando resgatar os aspectos originais da franquia, que, nas palavras dos desenvolvedores, significa “demônios poderosos, armas fudidas e se mover muito, muito rápido”, o jogo Doom trará também novidades,como modo multiplayer e a promessa de um editor de level com extensas modificações.

Bethesda também anúnciou o jogo de cartas gratuito The Elder Scroll Legend, que será lançado para tablets. A tentativa é de alcançar outros jogos de cartas de sucesso, como Hearthstone. Mas para os fãs da série, todo novo jogo é motivo de comemoração.

 

MICROSOFT

Segunda grande empresa a se apresentar na E3, a Microsoft prometeu a apresentação dos sonhos para os jogadores de Xbox One. Como primeira notícia, a empresa anunciou a retrocompatibilidade do console, que será capaz de rodar jogos do Xbox 360.

Halo 5 impressiona pelo multiplayer
Halo 5 impressiona pelo multiplayer

Com um belíssimo trailer, Halo 5: Guardians foi o primeiro jogo apresentado, sendo também um dos mais aguardados pelos fãs. O game terá também uma versão multiplayer chamada Warzone. Ainda seguindo na continuação de grandes jogos, foi apresentado na conferência o Dark Souls III. Pouco foi falado sobre o título, mas a promessa de lançamento no início do ano que vem agitou o público.

Também para Xbox One, a Microsoft anunciou o jogo Recore. Ainda sem muitas informações, o jogo deverá ser lançado ano que vem e promete ser um dos destaques da empresa. Outro jogo muito esperado pelos fãs e anunciado na E3 foi Rise of Tomb Raider, um dos destaques da apresentação. Além destes, foram apresentados os jogos Gear of War 4 e Fable Legends, ambos também para Xbox One, com o último saindo também para windows 10.

Apresentação do HoloLens foi impressionante
Apresentação do HoloLens impressionou o público

Mas o ponto mais empolgantes da apresentação da Microsoft foi o HoloLens, um misto de headseat com óculos que permite que se jogue games de realidade virtual e aumentada, como Minecraft, que foi usado de modelo na apresentação.

 

NINTENDO

Uma das empresas favoritas do mundo dos games e que conta com uma legião de fãs, a Nintendo trouxe diversos novos títulos, principalmente sequências dos clássicos já renomados da marca. Destaque para o Super Mario Maker, que permite aos fãs de Mario Bros construírem downloadsuas próprias fases e desafios e compartilhar suas construções online com outros jogadores. Para que ninguém crie uma fase impossível de se vencer, o jogador-criador deve ser capaz de completá-la antes de outros jogadores poderem jogar a fase.

Entre as diversas sequências apresentadas no evento, as que receberam mais destaque foram StarFox Zero, The Legend of Zelda: Triforce Heroes, Hyrule Warriors Legends, Metroid Prime: Federation Force e Animal Crossing Happy Home Designer.

Como novidade, a Nintendo trouxe o jogo EarthBound Beginnings, que é uma espécie de remake da prequel de EarthBound, um jogo originalmente lançado apenas no Japão com o nome Mother. O jogo será exclusivo para Wii U. Outra boa notícia para os fãs foi a confirmação de que Ryu, de Street Fighter, e Roy, de Fire Emblem, serão lançados como DLC para Super Smash Bros.

 

SONY

A Sony conseguiu surpreender o público logo de inicio com uma grande quantidade de jogos anúnciados, desde continuações até a confirmações de jogos que os jogadores estavam começando a pensar que seriam cancelados. Neste último exemplo o grande destaque é The

Trico: dá vontade de apertar
Trico: dá vontade de apertar

Last Guardian, anunciado pela primeira vez em 2009. Com o objetivo de completar o buraco que foi deixado no coração dos fãs com o final de Shadow of the Colossus, a narrativa do jogo é sobre um menino sequestrado que conta com a ajuda de Trico (uma criatura que é uma mistura de cão, gato e pássaro) para escapar das ruínas em que se encontra. Pela demo mostrada na E3, o cenário do jogo tem certa semelhança com Shadow of the Colossus e Trico deverá conquistar muitos jogadores.

Outro trailer que deixou grandes promessas foi Horizon – Zero Dawn. Pouco foi dito sobre o jogo, que a empresa prometeu ser o balanço perfeito entre ação e RPG. Prometido para 2016 e exclusivo para PS4, a demo monstrou cenários belíssimos, imensas criaturas mecânicas e combates intensos. A Sony também anunciou que o Agente 47 estará de volta em Hitman, game que será lançado em episódio digitais ainda este ano.

O universo infinito de No Man's Sky
O universo infinito de No Man’s Sky

O grande destaque da empresa, no entanto, fica para o gigante sandbox No Man’s Sky, uma das propostas mais ousadas apresentadas este ano na E3: um universo infinito para ser explorado pelos jogadores. O game não terá uma história para o personagem principal, aproximando-se de jogos como Minecraft. Tudo no jogo pode ser explorado e remodelado, até mesmo em nível atômico, e os planetas que você pode visitar possuem ecossistemas próprios e círculos de noite e dia.

Outros títulos anunciados pela Sony foram o remake de Final Fantasy VII, com gráficos modernos; Star Wars: Battlefront e Uncharter 4: A Thief’s End.

 

EA

Andromeda: poca informação, grandes expectativas
Andromeda: pouca informação, grandes expectativas

O maior destaque da apresentação da EA Games foi com certeza o Mass Effect 4, continuação do último título lançado em 2012. Previsto para o final deste ano, o protagonista não será mais Shepard, mas um novo personagem com uma história independente da apresentada na primeira trilogia da série.

Destaque também para Mirror’s Edge Catalyst, prequel da título de 2008, mas que vem agora com um mapa aberto, diversas missões e sem armas de fogo, para contar a história de Faith. Fifa 2016 também trouxe novidades entre os jogos de esporte (a começar pelo fato da aparição especial de Pelé durante o anúncio), com novas mecânicas e a possibilidade de jogar com times femininos, para alegria de muitas fãs.

Beautiful cinnamon roll, too good for this world, too pure
Beautiful cinnamon roll, too good for this world, too pure

Sem passar batido, o inesperado Unravel conquistou o amor dos fãs logo no começo da apresentação, com um nervoso Martin Sahlin, desenvolvedor do jogo, apresentando o personagem Yarny. Sahlin contou que a ideia do jogo surgiu durante um acampamento, período em ele acabou criando um modelo real de Yarny, feito de lã e arame, e passou a fotografá-lo em diferentes situações que depois foram transportadas para o jogo. Diferente dos outros títulos apresentados pela EA, o jogo conquistou pelo charme e simpatia tanto de seu protagonista quanto de seu ambiente.

 

SQUARE ENIX

Kingdom Hearts 3 continua a história de Sora
Kingdom Hearts 3 continua a história de Sora

Kingdom Hearts 3 veio para continuar a história de Kingdom Hearts 2, dez anos depois. Apresentado com cenas de gameplay, o jogo deve contar mais sobre a história de Sora, o protagonista, e sobre a Keyblade War e foi bem aceito pelos fãs que acompanham a série. Entre os diversos outros jogos apresentados, outro que teve boa recepção foi Deus Ex – Mankind Divided. Com lançamento previsto para 2016 e um gameplay de 25 minutos, o novo game da série se passa em 2029, dois anos depois de Deus Ex: Human Revolution. Como curiosidade, a Eidos Interactive, um dos estúdio responsável pelo jogo, afirmou que é possível terminar o jogo sem matar ninguém.

 

UBISOFT

Grande franquia da empresa, a história do assassino Desmond e sua luta com os Templários ganha mais um título, o Assassin’s Creed: Syndicate. O título busca recuperar um pouco o renome da série depois da edição de 2014. A história se passa agora na Era Vitoriana, na Inglaterra, a época mais moderna mostrada na série até agora. Os protagonistas do jogo serão os irmãos Jacob e Evy Frye. A Ubisoft também decidiu entrar nos jogos com temas espaciais com Anno 2205, um game de colonização espacial e belos gráficos, que deve ser lançado em novembro.

forhonor011280-1jpg-b577ee
For Honor promete batalhas épicas

A grande promessa da Ubisoft, no entanto, fica para o novo jogo For Honor, com novas mecânicas de combate, lutas brutais e um modo multiplayer que deixou a plateia de cabelo em pé. O jogo traz três classes de guerreiros: samurais, viking e cavaleiros medievais. Esse é com certeza um game que os fãs de luta em terceira pessoa devem ficar de olho.
Prêmio Framboesa de Ouro: vai para o jogo Madden NFL 16, da EA Games, que pela primeira vez mostrará mulheres na arquibancada.

Comments

comments

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here