Eu sou a Lenda | Clássicos da Ficção Científica #17

eu-sou-a-lenda-capa-aleph

Eu Sou a Lenda (I Am Legend) é, possivelmente, o mais famoso romance do escritor Richard Matheson. Nascido em Nova Jersey em 1926, Matheson foi responsável pela publicação de alguns dos maiores clássicos da história da ficção científica e do terror, como A Casa da Noite Eterna (1971) e O Incrível Homem que Encolheu (1956). Ele também escreveu roteiros para a série original de Star Trek em 1966, e Twilight Zone. Seus contos também inspiraram diversos filmes como Encurralado (1971) de Steven Spielberg, A Caixa (2009) e Gigantes de Aço (2011).

Eu Sou a Lenda conta a história de Robert Neville que é, possivelmente, o único sobrevivente de uma pandemia cujos sintomas se assemelham ao vampirismo. Depois da morte de sua esposa e filha, ele vive em Nova York em uma casa protegida de  uma forma relativamente tranquila, tirando seu vizinho vampiro que o atormenta todas as noites, e as vampiras que ele descreve como “muito bem conservadas” que tentam seduzi-lo a deixá-las entrar na casa.

As coisas mudam quando ele encontra uma misteriosa mulher que aparentemente também é imune ao vírus, como ele, mas que pode estar atraindo-o para uma armadilha.  O livro acompanha, de forma sutil, a vida de Neville, sua solidão, seu refúgio no álcool, sua tentativa de cuidar de um cachorro e perdido e sua esperança de encontrar alguém que seja como ele.

Eu sou a Lenda é um clássico atemporal que continua recebendo relançamentos em livros ou filmes, mesmo depois de 60 anos de seu lançamento original. O romance foi adaptado para o cinema em três ocasiões: Mortos que Matam de 1964,  A Última Esperança da Terra de 1971, e Eu sou a Lenda de 2007.

Apesar de ser pioneiro em criar uma explicação científica para a condição de vampirismo, o livro de Richard Matheson, na verdade, é uma história sobre solidão. Uma das mais assustadoras, profundas e emblemáticas escritas sobre esse tema.

Eu Sou a Lenda (I Am Legend), de Richard Matheson. São Paulo: Editora Aleph, 2015, 384 páginas. Capa dura. Tradução de Delfim. ISBN: 9788576572718

banner-amazon

Roberto Fideli

Jornalista e mestrando da Faculdade Cásper Líbero. Fanático por cinema, desenhos japoneses, fantasia e ficção científica. Seu sonho é ser piloto de naves espaciais, mas não tem coordenação motora para isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *