Her Story: A Narrativa Realista

0

Um dos pontos fortes dos games indies é a grande possibilidade de experimentação que eles trazem. Enquanto os games mais blockbusters evitam sair da receita de sucesso que já conhecem (ou que, quando o fazem, agem com extrema cautela), os criadores de Her Story apostaram na simplicidade e na narrativa para fazer dele um dos melhores jogos de 2015.

her5Produzido por Sam Barlow, que antes trabalhava para a Climax Studio, Her Story surpreendeu ao ser considerado o melhor jogo de 2015 pela Polygon, algo que pode parecer incompreensível à primeira vista, considerando sua narrativa “quebrada”, a falta de “ação” e a interface quase minimalista do game. Toda a história se ambienta em uma única cena: a tela de um computador aparentemente da década de 1990, que dá acesso a um programa de banco de dados, dois textos em blocos de nota, uma lixeira e um joguinho de desktop que lembra levemente o Campo Minado. O tema do jogo é a investigação de um assassinato. No entanto, você, que tem acesso ao banco de dados do computador, não tem como objetivo desvendar o crime (ele já foi resolvido anos atrás), mas apenas entender o que aconteceu. O motivo para você querer fazer isso, pelo menos no começo do jogo, é desconhecido.

O banco de dados ao qual você tem acesso é na verdade o conjunto de todas as entrevistas feitas pela polícia com Hannah Smith, mulher da vítimaher3. Seu marido, Simon, trabalhava como vidraceiro, sumiu após uma briga com a mulher e foi encontrado morto dias depois. Infelizmente, devido à idade das gravações (e ao fato delas terem sido digitalizadas posteriormente no sistema da polícia), só é possível assistir a trechos curtos dos vídeos, com não mais do que um ou dois minutos cada (alguns tem apenas alguns segundos). Cada um desses vídeos é marcado com tags relevantes ao seu conteúdo, sendo que as essas tags são a única forma de encontrá-los no sistema e, aqui entra o verdadeiro desafio do jogo. O sistema de dados a que o jogador tem acesso só mostra os primeiros cinco vídeos dentro da mesma tag, mesmo que existam outros marcados com a mesma palavra-chave.

O desafio é basicamente um puzzle, mas complementado pelo storytelling das vidas envolvidas com a vítimas, tudo contato pelos olhos de Hannah. Apesar disso, o jogo fica longe de ser entendiante: o sistema é extremamente eficaz em criar um história intrincada, em que os mistérios vão se resolvendo aos poucos, fora de ordem cronológica, e começam a se encaixar conforme mais palavras-chaves vão sendo descobertas.

her2Cada vez que o jogador assiste um vídeo ele podê marcá-lo com suas próprias tags, facilitando suas buscas posteriores. O jogo consiste de certa em forma em buscar novas palavras dentro de cada vídeo acessado que possam servir como tags para novos vídeos. Além disso, é possível juntar diferentes palavras-chaves em uma mesma busca, reduzindo o número de resultados obtidos e facilitando em muito a pesquisa. Por exemplo, em um dos primeiros vídeos a que se tem acesso, Hannah conta sobre o trabalho de Simon, citando o nome de seu chefe. A partir dai, é possível colocar o nome do chefe ou o cargo de Simon na busca e descobrir outros vídeos em que Hannah menciona um dos dois, e assim se prossegue em busca de mais e mais vídeos.

O mecanismo de busca utilizado no jogo é singular e torna a experiência de cada jogador única, já que a história passa a se revelar conforme a decisão de cada jogador sobre quais tags utilizar em suas buscas e quais caminhos percorrer. O mistério do assassinato é muito bem trabalhado, e a forma como é contado lembra em grande parte livros de investigação e assassinatos, com personagens memoráveis e reviravoltas interessantes e até inesperadas. Tudo isso fica ainda mais especial pelo fato de que todos os vídeos são gravações reais, com a atriz Viva Seifert fazendo o papel de Hannah durante as entrevistas. Her Story é um jogo que apostou alto na originalidade e só podemos esperar que outros desenvolvedores sigam seus passos, sabendo que os jogadores têm não só a capacidade, mas também o interesse, de se embrenhar em desafios intelectuais e histórias motivadoras.

Jogo: Her Story
Desenvolvedor: Sam Barlow
Plataformas: PC e Mac
Data de Lançamento: 24 de junho de 2015
Preço: R$11,99 no Steam

Comments

comments

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here