Jogos Vorazes – O Filme

O filme Jogos Vorazes (The Hunger Games, 2012), dirigido por Gary Ross, é uma adaptação do livro homônimo, escrito por Suzanne Collins. Confesso que, desta vez, vi o filme antes de ler. O que é bem raro, pois prefiro ler primeiro, para não me ater aos detalhes colocados no filme e deixar minha imaginação mais solta.

No entanto, como só tinha ouvido falar da série, mas não conseguira ler até o momento, resolvi assistir mesmo assim. O filme prendeu minha atenção do começo ao fim e fez com que eu saísse de lá pronta para comprar os livros. Para quem, como eu, não tinha muita informação sobre a história, o começo do filme é estranho. Mas as informações são dadas aos poucos, de forma que o universo no qual se passa a trama é construído devagar nas mentes de quem assiste.

jogos_vorazes_3Uma coisa que me deixou bastante intrigada foi o movimento da câmera. Os enquadramentos e cortes são bem diferentes do usual, mas encaixam perfeitamente no enredo. Num futuro distante, depois da humanidade praticamente ter destruído o planeta, a civilização se organizou em treze distritos, comandados pela Capital. O 13º distrito se rebelou e foi massacrado. Para não haver mais rebeliões, os outros doze distritos precisam enviar anualmente dois tributos, um menino e uma menina, entre oito e dezoito anos, para lutarem até a morte numa arena especial. O vencedor leva fama e ganha benefícios para seu distrito e família.

Katniss Everdeen, interpretada por Jennifer Lawrence, se voluntaria para ser um tributo quando a irmã menor, Prim, é sorteada na Colheita. O tributo masculino do distrito é Peeta Mellark (Josh Hutcherson), filho do padeiro.O enredo da história é forte, pois são crianças sendo jogadas numa arena para se matarem, enquanto todo o continente te Panem assiste. Além disso, também existe uma crítica ao sistema de governo, que privilegia uns, enquanto outros morrem de fome e são deixados de lado. Tudo é controlado, desde a porção de comida até os lugares que se pode frequentar. Os vídeos com a história dos Jogos são uma lavagem cerebral, tentando fazer com que as pessoas realmente acreditem naquilo.

Durante os Jogos, é possível receber dádivas e presentes, mas para isso é necessário ter patrocinadores. Para conseguir que pessoas invistam nos tributos do Distrito 12, o mentor Haymitch Abernathy (Woody Harrelson) faz com que eles encenem um romance na arena. Katniss, com seu comportamento durante os Jogos, acende uma centelha de revolta nos distritos mais oprimidos, desafiando a Capital. O desenrolar disso é visto na sequencia dos livros, que ainda estão no processo de se tornarem filmes.

jogos_vorazes_2

Ouvi um pessoal comentando que o filme tem violência gratuita: eu discordo veementemente. Para começar, preste atenção no nome e na sinopse do filme. Fica claro que é um reality show até a morte. Fora que as cenas de violência, como o início dos jogos, quando morrem vários tributos, é bem rápida, não se atendo as detalhes. Não há violência gratuita, mas há violência. O que não influência para bem ou para mal no enredo.

Anunciado como uma série na mesma linha de Harry Potter e Crepúsculo, talvez as pessoas tenham ido assistir ao filme como algo mais light. Para começar, não concordo com essa comparação. Harry Potter já era um sucesso de vendas estrondoso antes do primeiro filme, o que só aumentou ao longo da série. A complexidade entre ambas e a proposta são completamente diferentes. Crepúsculo, bom… É uma série mal escrita, feita para provocar lavagem cerebral na cabeça de meninas e mulheres (é, mulheres também) sem senso-crítico. E, convenhamos, ver Jogos Vorazes sem senso crítico só vai resultar em comentários sem fundamento, uma vez que ele exige que sejam feitas reflexões.

SC_D66_23393a_R2

Dos últimos livros que li e que viraram filme, digo sem medo que Jogos Vorazes está entre os mais fiéis. Claro que se perde, pois o livro é em primeira pessoa, então alguns detalhes ou pensamentos íntimos da Katniss acabam ficando de fora. Mas os detalhes importantes para o resto da série, para o desenrolar da história, não foram ignorados solenemente, como acontece em Harry Potter ou Percy Jackson, sem falar em Desventuras em Série. É possível fazer a continuação sem ter de alterar mais coisa, ou sem precisar surgir com personagens do nada. Sozinho, Jogos Vorazes gera muita reflexão acerca dos valores de nossa própria sociedade. Ao ler os outros livros da série, isso só aumenta. Espero que os outros dois filmes sigam a linha do primeiro, captando a essência da história.

Título Original: The Hunger Games Título Brasileiro: Jogos Vorazes Ano: 2012 Direção: Gary Ross Elenco: Jennifer Lawrence, Josh Hutcherson, Liam Hemsworth, Elizabeth Banks, Woody Harrelson, Stanley Tucci, Donald Sutherland, Amandla Stenberg, Willow Shields

Gabriela Colicigno

Jornalista, ruiva, nerd, geek e louca por chocolate. Passa a maior parte do tempo do dia no computador, vendo seriados no Netflix, lendo um livro, ouvindo música ou brincando com os gatos.

2 comentários em “Jogos Vorazes – O Filme

  • 09/10/2012 em 13:33
    Permalink

    Super concordo com tudo! Estou lendo o segundo livro e estou adorando, mas acho muito mais crítico e sério do que HP ou Crepúsculo, além de, por muitas vezes, ser bem assustador.
    Devo confessar que não me lembro muito bem do filme, mas pretendo assistir novamente. E nem precisa comentar o quanto os filmes de HP foram muitas vezes pouco fiéis ao livro ou trocaram cenas importantes por porcarias, né?

    Resposta
    • 09/10/2012 em 17:18
      Permalink

      Realmente, os filmes de Harry Potter, sozinhos, além de tudo não possuem coerência entre si. É o que dá ficar trocando de diretor. Espero que Em Chamas seja bom, já que trocaram de diretor também…
      Obrigada pelo comentário! Continue acompanhando!

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *